Orto 2020-SPO coloca o Brasil no centro do mundo ortodôntico

Orto 2020-SPO coloca o Brasil no centro do mundo ortodôntico

Compartilhar

O editor científico Flávio Cotrim-Ferreira traz os destaques internacionais do Orto 2020-SPO, que acontece em setembro.

Aos poucos, vamos reorganizando nossa rotina pós-COVID-19. Faremos o que for preciso para ajudar a combater a pandemia e, assim que for seguro, retornaremos às nossas atividades. Quando for a hora certa, deveremos nos empenhar para recuperar o tempo perdido e seguir com a nossa evolução profissional.

Por sorte, teremos em setembro deste ano o 22º Congresso Brasileiro de Ortodontia, o Orto 2020-SPO, em São Paulo. Será o evento perfeito para assimilar as técnicas avançadas mais recentes da Ortodontia internacional, aprendendo diretamente com alguns dos mais conhecidos e respeitados nomes da especialidade. São professores que reúnem embasamento científico, fruto de anos dedicados à pesquisa e à prática clínica. A soma desses dois elementos produzirá apresentações cheias de soluções eficientes, para que possamos resolver as demandas de nossos pacientes com maior velocidade e menos risco.

Do Japão virá o famoso Kenji Ojima, profissional que expandiu o tratamento com alinhadores a fronteiras antes inimagináveis, solucionando casos clínicos de extrema complexidade. Sua metodologia de sequenciamento de movimentos e sua qualidade incrível de finalização inspiram colegas em todo o mundo.

Professor na Universidade de West Virginia, nos Estados Unidos, Peter Ngan abordará o tratamento ortopédico das desarmonias maxilares, discutindo quais pacientes são melhores candidatos à terapia e quais soluções são mais eficientes e duradouras para a Classe II com deficiência mandibular e para a Classe III esquelética.

O coreano Kee-Joon Lee apresentará modernos protocolos de correção da atrésia maxilar em adultos, com o auxílio de mini-implantes e diagnóstico tridimensional. Métodos de tratamento não cirúrgico de discrepâncias esqueléticas também serão mostrados.

Ali Darendeliler, chefe do Departamento de Ortodontia e Odontopediatria da Universidade de Sidney, na Austrália, compartilhará recentes pesquisas e experimentos clínicos acerca da aceleração do movimento dental. Será que realmente devemos oferecer essa tentadora opção aos nossos pacientes? Em outro momento do congresso, ele apresentará sua grande expertise em tratamentos ortodônticos de dentes que sofreram traumas, listando soluções e limitações.

Haverá ainda muitas outras apresentações essenciais na programação do Orto 2020-SPO, mas não há espaço aqui para detalhar cada uma delas. Ainda nem falamos dos professores brasileiros, que sempre garantem um show à parte com suas apresentações brilhantes.

Neste ano em que o COVID-19 desorganizou o nosso primeiro semestre, teremos uma oportunidade enorme de recuperar o tempo perdido no Orto 2020-SPO. Será o momento mais importante do ano, em que o Brasil estará no centro do mundo ortodôntico.

Confira outros editoriais de Flavio Cotrim-Ferreira.

Flávio Cotrim
Flavio Cotrim-Ferreira

Editor científico da revista OrtodontiaSPO.
Orcid: 0000-0002-3264-5626.