fbpx
Impacção de segundos molares inferiores: uma resolução de caso simplificada

Impacção de segundos molares inferiores: uma resolução de caso simplificada

Compartilhar

Caso clínico ilustra a irrupção ectópica de segundos molares inferiores de uma paciente do gênero feminino, 14 anos de idade, com queixa de dentes tortos.

AUTORES

Túlio Silva Lara
Doutor em Ortodontia – Faculdade de Odontologia de Araçatuba (Unesp); Professor do curso de especialização em Ortodontia – Faipe.
Orcid: 0000-0003-4669-3319.

Betânia Cotta Machado
Aluna do curso de especialização em Ortodontia – Faipe; Especialista em Implantodontia – ABO/MG.
Orcid: 0000-0001-7197-189X.

Átila Valadares Vasconcelos Jr.
Professor do curso de especialização em Ortodontia – Faipe.
Orcid: 0000-0002-0451-2738.

Elisa Teixeira Marinho
Mestra em Ortodontia – Universidade do Sagrado Coração (USC/Bauru); Professora do curso de especialização em Ortodontia – Faipe.
Orcid: 0000-0003-1779-5295.

Sílvia Augusta Braga Reis
Doutora em Ortodontia – USP; Coordenadora do curso de especialização em Ortodontia – Faipe.
Orcid: 0000-0003-4983-3014.

RESUMO

A impacção dos segundos molares inferiores permanentes é uma condição rara, mas quando diagnosticada passa a ser uma situação desafiadora para o ortodontista que deve planejar coerentemente o seu tratamento. Ilustra-se, por meio de um caso clínico, a irrupção ectópica do segundo molar inferior de uma paciente do gênero feminino, 14 anos de idade. A paciente compareceu à clínica do curso de especialização em Ortodontia da Faipe, Belo Horizonte/MG, com a queixa de dentes tortos. Ao exame clínico, constatou-se má-oclusão de classe I com apinhamento anterior e dente 37 parcialmente irrompido. Radiograficamente, observou-se a impacção do dente 37. O tratamento proposto envolveu um arco lingual de Nance com gancho para uso de elástico para verticalização e posterior uso de cantiléver com fio de TMA .018” x .025” para vestibularização do dente impactado. Concluiu-se que a mecânica utilizando o arco lingual de Nance e cantiléver pode ser empregada com sucesso para verticalização de molares inferiores impactados de forma rápida e segura, sendo esta uma das alternativas para o tratamento da impacção de molares.

Unitermos – Erupção ectópica de dente; Dente impactado; Técnicas de movimentação dentária.

ABSTRACT

The impaction of the second lower permanent molars is a rare condition but, when diagnosed, it becomes a challenge for the orthodontist to plan their treatment consistently. The ectopic eruption of the second lower molar of a 14-year-old female patient is illustrated by a case report. The patient attended the Clinic of the Specialization Course in Orthodontics of Faipe, with the complaint of crooked teeth. Clinical examination revealed Class I malocclusion with anterior crowding and partially erupted tooth 37. Radiographically, the ectopic eruption and impaction of tooth 37 was verified. The proposed treatment involved a lingual arch of Nance with hook for verticalization with elastomeric chain and later use of cantilever with titanium molybdenum archwire (TMA) wire 018″ x 025″ for vestibularization. It is concluded that the Nance lingual arch associated with the cantilever can be successfully employed for verticalization of impacted lower molars, this being one of the alternatives for the treatment of molar impaction.

Key words – Ectopic eruption of a tooth; Tooth impacted; Tooth moviment techniques.

Recebido em jun/2019
Aprovado em jul/2019

Confira o artigo na íntegra:

Fechar Menu